>

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Cuidados de Inverno pt.2| Cabelo

(Porque Madonna há só uma e já não estamos nos anos 80...)
Também o cabelo pode sofrer algumas consequências com a mudança de estação. O couro cabeludo fica menos oleoso, mas a haste tende a tornar-se mais seca e sujeita à electricidade estática. Por estes motivos, pode ser necessário fazer algumas alterações na sua rotina.

  • Mudar de champô 
Nas estações quentes, e sobretudo no Verão, o calor e a humidade tendem a tornar o cabelo mais oleoso por facilitarem a liquefação e libertação do sebo do couro cabeludo, mas também por nos fazerem transpirar mais. Por isso, durante esses períodos, muitas pessoas tendem a optar por champôs para cabelo oleoso, ou uma maior capacidade lavante

Com a chegada do frio e do tempo seco, a oleosidade do couro cabeludo tende a diminuir e esses mesmos produtos podem tornar o cabelo mais seco e áspero. Se sente que o Inverno tem este efeito no cabelo, talvez seja interessante passar a usar um champô para cabelos normais a secos, ou até alterná-los com o produto que já tem para cabelo oleoso.

  • Mudar de condicionador ou máscara
Pelos mesmos motivos, talvez o condicionador que usa atualmente não seja o mais indicado para o estado do cabelo ou para responder às agressões ambientais. Poderá optar por um produto direccionado para cabelos secos ou danificados, ou até usar uma máscara capilar em todas as lavagens. Em qualquer dos casos, mais importante do que o tempo de espera é garantir que espalha o produto amaciador por todo o perímetro do cabelo.

Além disso, o uso de um bom condicionador que revista o cabelo o mais possível contribuirá para diminuir a eletricidade estática.

  • Acrescentar produtos leave-in
Se o condicionador não for suficiente para tornar o cabelo mais sedoso ou diminuir o volume, pode ser necessário usar outros produtos depois da lavagem. Já existem muitos produtos direccionados para controlar o aspeto frizado, cuja escolha deve ter em conta a espessura do cabelo. Assim, os produtos líquidos (em mousse ou spray) são mais indicados para cabelos mais finos, que tendem a ficar mais facilmente com aspeto oleoso, e os cremosos para cabelos mais espessos, que precisam de um maior controlo.

  • Pentear menos
Admito que este não é o conselho mais prático de todos, mas quando for possível de aplicar pode fazer toda a diferença! A fricção entre o cabelo e o pente/escova aumenta a eletricidade estática, e por isso quanto menos o fizermos melhor.

Outra coisa que pode ajudar é trocar a escova pelo pente (menos cerdas=menos fricção), ou escolher utensílios de dentes mais largos e espaçados.

  • Cuidado com o secador
Para além de contribuir para que o cabelo fico com um aspeto mais seco, o secador é o maior causador de eletricidade estática.
Por isso, é importante que o cabelo seja seco tanto quanto possível usando a toalha, e quando usado o secador este aponte para baixo. Ambos estes cuidados permitem prevenir os danos da secagem ao máximo e diminuir o seu efeito na criação de volume

Além destes cuidados, o uso de um secador iónico, que neutralize a carga do cabelo, pode ajudar a diminuir o efeito da eletricidade estática. Muitas pessoas desconfiam da eficácia destes secadores, mas eu senti uma grande diferença quando os comecei a usar :)


Sem comentários: