>

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Diz que disse| Usar maquilhagem todos os dias faz mal à pele?

Se por uma lado muitas pessoas dispensam o uso de maquilhagem no dia-a-dia, há outras tantas que não vivem sem ela. Seja qual for o caso, o primeiro passo para ter uma pele saudável passa pela escolha produtos que não causem qualquer tipo de irritação, desconforto, ou provoquem um excesso de oleosidade e obstrução dos poros.

(Mais informação sobre pele sensível e ingredientes potencialmente sensibilizantes aqui)

Há uns anos atrás, o número de ingredientes e tecnologia que os formuladores tinham à sua disposição era muito menor. E em alguns casos, o uso de maquilhagem poderia mesmo ser o grande gatilho para o aparecimento e agravamento de vários problemas de pele como a dermatite de contacto ou a acne. Atualmente, e graças ao aparecimento de um grande número de ingredientes, temos à nossa disposição uma enorme variedade de produtos de maquilhagem adequados para cada tipo e problema de pele.

Mas ainda assim, será que usar maquilhagem diariamente ao longo de muitos anos faz mal? Na maioria das vezes não... Mas por vezes sim :) Partindo do pressuposto de que usamos produtos adequados para a nossa pele, vamos por partes :)


Facto| Melhora a autoconfiança

Embora muitas pessoas discordem do uso de maquilhagem, é inegável que a possibilidade de corrigir imperfeições, melhorar os traços faciais ou simplesmente expressar a nossa criatividade é muito poderoso e libertador.

E esta possibilidade pode fazer toda a diferença para pessoas que sofram de doenças de pele, olheiras, manchas, cicatrizes ou acne. Além disso, o stress e frustração que estes problemas provocam pelo impacto que têm na aparência podem contribuir também para o agravamento de muitos deles.


Facto| Protege contra a poluição

A maquilhagem de cobertura, como a base, pode mesmo proteger a pele do contacto direto com as partículas e poluição que circulam pelo ar, funcionando como uma espécie de barreira de proteção.

Além disso, muitos destes produtos já conferem proteção solar, que acelera o envelhecimento, reduz a capacidade de hidratação cutânea, e promove o desenvolvimento de cancro da pele.

Mito| A pele precisa de respirar

Há uma ideia de que o uso de maquilhagem sobre a pele não permite a circulação de ar. Isso não é necessariamente verdade, sobretudo se trocarmos a maquilhagem mais cremosa e oleosa por produtos mais fluídos que são compostos sobretudo por água, pós e silicones; ou até por produtos em pó.

Além disso, o verbo "respirar" não deve ser levado à letra quando falamos da pele, já que o oxigénio de que ela necessita provém essencialmente da corrente sanguínea. 

Facto| Há momentos em que deve evitar a maquilhagem
    Esqueçam os olhos esfumados
    da Olivia Newton John :p
  • Durante a prática de exercício
Não é totalmente verdade que a maquilhagem impeça a pele de transpirar. No entanto, e sobretudo se sofre de acne, a mistura desta com o suor poderá ocluir os poros, favorecendo a retenção de sebo no seu interior. Isto poderá ser particularmente problemático para alguém que sofra de acne.

Além disso, a interação do suor com a maquilhagem pode promover a ocorrência de reações químicas entre as substâncias que os constituem, e que podem resultar em compostos sensibilizantes, dependendo do produto e da sensibilidade da própria pessoa.

  • Durante a noite
No final do dia, a pele acumula todo o tipo de poeiras e poluição dos sítios por onde passámos, suor, e eventualmente algum excesso de sebo, no caso de tender para a oleosidade. Se a tudo isso se somar a maquilhagem, é fácil de perceber que este é o momento do dia em que a pele se encontra mais suja, e necessita de ser limpa para evitar o contacto prolongado com todas estas substâncias.

Facto| É necessário ter cuidado na hora de remover os produtos

  • Produtos a evitar
Cada vez é mais raro encontrar produtos para a limpeza da pele do rosto que sejam agressivos, mas ainda há muitas pessoas que a limpam com sabão tradicional ou sabão líquido para a lavagem das mãos. Estes produtos têm vários problemas:
  • São excessivamente desengordurantes
  • Alteram a composição e proporção de lípidos e proteínas do estrato córneo (camada mais superior da pele)que impedem a perda de água
  • Aumentam o pH natural da pele, de deverá ser relativamente ácido. Isso pode facilitar o crescimento de microrganismos, alguns dos quais responsáveis pela acne
No final de uma limpeza com estes produtos a pele fica completamente desengordurada, e até sensibilizada, o que pode mesmo piorar alguns problemas como a acne.

  • Limpeza incompleta
Quando usamos maquilhagem de elevada cobertura ou à prova de água e limitamos a limpeza da pele ao uso de um desmaquilhante, há um sério risco de não estarmos a limpá-la suficientemente. Isto porque geralmente os desmaquilhantes não são tão eficazes para a remoção do excesso de sebo, poeiras e poluição como os produtos destinados à limpeza da pele rosto.

Por isso, o uso de um desmaquilhante simples deve ser sempre complementado com uma segunda limpeza; ou poderá usar-se um produto de limpeza de pele que também tenha ação desmaquilhante.

  • Fricção
Ainda que usemos os produtos certos, por vezes pode ser difícil remover a maquilhagem. Nesse caso, é preferível demorar mais tempo a retirá-la do que fazer movimentos agressivos que possam sensibilizar e lesionar a pele.

  • Hidratação
A limpeza da pele pressopõe sempre geralmente uma hidratação posterior. Neste caso, deverá optar pelos produtos mais adequados ao seu tipo de pele, seja ela seca ou oleosa.

(Não sabe qual é o seu tipo de pele? Descubra aqui)


Com que frequência se maquilham?


Sem comentários: