>

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Pele oleosa pt.2| rotina de cuidados


Esta rotina deve ter como objetivos:

  • Reduzir a produção excessiva de sebo, ou absorvê-la
  • Evitar o desenvolvimento de pontos negros, pontos brancos e borbulhas
  • Melhorar a textura da pele

Assim, e atendendo às particularidades de cada um (sensibilidade, idade, etc.), aconselha-se a seguinte rotina básica:
1. 
Limpar
Provavelmente já lhe disseram que é talvez o cuidado mais importante para uma pele oleosa... Não só ajuda a remover o excesso de sebo produzido e as impurezas acumuladas ao longo do dia, como também melhora a absorção de qualquer produto de tratamento que lhe seja aplicado.

Uma vez que água não remove a oleosidade nem "arrasta" as poeiras nela retidas, lavar o rosto sem qualquer produto é insuficiente. Além disso, uma limpeza bidiária (de manhã e à noite) com um produto adequado para a pele do rosto melhora o aspeto da pele por si só. 
  • Produtos a evitar
Um produto de limpeza de rosto não precisa de fazer espuma para ser eficaz.

Ainda que a pele seja oleosa, e não se torne seca com o uso de sabão tradicional, sabão líquido ou produtos de limpeza de rosto excessivamente desengordurantes, estes podem ser prejudiciais.
Não só porque removem a barreira protetora e hidratante da pele (da qual fazem parte o sebo, e outras secreções), mas também porque alteram a estrutura de lípidos e proteínas celulares que impede a perda de água, bem como o pH natural da pele. Normalmente, os sabões têm pH alcalino, enquanto que o pH natural da pele é ligeiramente ácido. 

Assim, estes produtos podem causar desidratação após a limpeza e irritação, especialmente em peles sensíveis.  
  • Produtos a usar
De um modo geral, as peles oleosas devem usar por produtos na forma de gel, que dão uma maior sensação de limpeza e frescura. 

No caso de usar maquilhagem, pode retirá-la primeiro com um desmaquilhante (sobretudo para maquilhagem à prova de água) e usar o gel de seguida, ou optar por um creme/leite de limpeza, tendo o cuidado de não deixar vestígios na pele se não enxaguar o produto. 

As águas micelares podem também ser interessantes como produto único para quem usa maquilhagem leve, deixando também um resíduo que ajuda no controlo da oleosidade. No entanto, podem não ser suficientes para limpar peles muito oleosas ou maquilhagem à prova de água.

Se gosta de usar sabão em barra pode optar por um syndet ou pain de toilette, que são usados da mesma forma, mas são menos prejudiciais. A sua composição permite limpar a pele sem remover a barreira hidratante, manter o pH ácido e fornecer ingredientes hidratantes ou até seborreguladores.

(Opcional)
Tonificar

Para a maioria das pessoas, o uso destes produtos não é indispensável (saber mais aqui).
No entanto, por serem pouco viscosos são particularmente úteis e confortáveis para peles oleosas.

Estes produtos podem ser usados com diversos objetivos:
  • Usar antes do protetor solar, em substituição do hidratante matificante
  • Usar antes da base, na mesma situação
  • Usar substituição do hidratante matificante, quando a pele é extremamente oleosa e se mantém brilhante e desconfortável com este último produto
Podem conter também ingredientes calmantes, humectantes (hidratantes), emolientes (amaciantes), exfoliantes (mencionados abaixo), matificantes (mencionados abaixo) e antimicrobianos.

2. 
Matificar e proteger do sol 

O uso de protetor solar é benéfico para todos os tipos de pele, mas pode ser desconfortável para quem tem pele oleosa. No entanto, hoje em dia há diversos hidratantes que conferem proteção, embora seja relativamente baixa, e protetores solares que podem substituir os hidratantes durante o dia, conjugando a redução da oleosidade com a proteção contra a exposição solar. Assim, é possível também prevenir o pevenir o envelhecimento, o aparecimento de manchas e o cancro de pele.

Os protetores solares para pele oleosa têm a indicação "Matificante", "Anti-brilho" ou "Toque seco".
Isto significa que para além de não serem comedogénicos (não originam pontos negros ou pontos brancos), contêm ingredientes que reduzem o brilho, a oleosidade, e o diâmetro dos poros, aumentando assim o conforto da pele.

São comuns ingredientes matificantes como:
  • Gluconatos (de zinco, magnésio, etc.)
  • Argilas (clays) 
    • Caulino (kaolin)
    • Bentonite
    • Montmorilonita
  • Sílica e minerais derivados (perlite, e silicatos variados)
  • Polímeros sintéticos (polietileno, polipropileno...)
  • Amido de milho (corn starch)
  • Silicones (dimeticone, etc)
  • Extratos vegetais
    • Curgette (Curcurbita pepo)
    • Licorice (Glycyrrhiza inflata ou glycyrrhiza glabra)
    • Laminaria (Laminaria ochroleuca)
    • Ginkgo (Ginkgo biloba)
    • Árvore-do-Chá, Tea tree (Malaleuca alternifolia)
    • Chá verde (Camellia sinensis)
Também podem encontrar-se bases em líquido ou pó e BB creams com fator de proteção solar e ação matificante em simultâneo.
3. 
Hidratar e cuidar 

A noite é a melhor altura para hidratar a pele e aplicar cuidados específicos, sejam eles relacionados com a oleosidade, o acne ou até a prevenção do envelhecimento.
Os hidratantes para pele oleosa contêm sensívelmente os mesmos ingredientes matificantes acima mencionados, embora as concentrações possam variar. 

Também podem ser encontrar:

  • Alfa hidroxi-ácidos (AHA): ácido lático, ácido glicólico, ácido tartárico, ácido cítrico
  • Ácido salicílico e derivados (mais indicados para pele oleosa)

Também já existem produtos que combatem simultaneamente a oleosidade e o envelhecimento, evitando a oleosidade causada pelos produtos anti-envelhecimento que normalmente são destinados a peles secas.


4. (Periodicamente)
Exfoliar e limpar em profundidade
A par da limpeza, a exfoliação ajuda a melhorar o aspeto da pele e na absorção dos ingredientes ativos de hidratantes e outros produtos. No entanto, por ser mais intensiva, é também eficaz na remoção de células mortas que juntamente com o sebo tornam a pele espessa e irregular, na desobstrução de pontos negros e na ruptura de pontos brancos.
Exfoliar em movimentos circulares,
insistindo nas zonas mais
problemáticas

A massagem suave mas duradoura (mínimo 2 min) é muito importante para a eficácia do tratamento, que não deve ser aplicado mais do que duas vezes por semanaou até menos, dependendo da sensibilidade da pele.

Para as peles oleosas, estes produtos contêm os seguintes ingredientes:
  • Exfoliantes físicos (geralmente visíveis, removem células mortas por ação mecânica)
    • Partículas de polietileno ou outros polímeros sintéticos
    • Fragmentos de sementes/ outras partes de plantas
  • Exfoliantes químicos (quebram a ligação entre as células mortas e as células vivas)
    • Alfa hidroxi-ácidos (AHA)
    • Ácido salicílico e derivados  (mais indicados para pele oleosa)
Por outro lado, existem as máscaras de limpeza que permitem uma grande absorção de sebo, com ou sem exfoliação prévia (alguns exfoliantes transformam-se em máscaras de limpeza após secar). Uma vez que contactam com a pele por algum tempo, podem também depositar na pele ingrediantes hidratantes, adstingentes ou matificantes.

São constituídas por ingredientes absorventes, como:
  • Óxido de zinco
  • Dióxido de titânio
  • Argilas (em maior concentração)
  • Silicones
  • Polímeros sintéticos
  • Polímeros naturais (goma xantana, carragenina, etc)
  • Amido de milho
Pt.1

Sem comentários: