>

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Celulite pt.2| cosméticos e suplementos alimentares

Quem se preocupa com este problema depara-se com uma série de produtos novos todos os anos...

Esta publicação tem como objetivo dar a conhecer os ingredientes vulgarmente usados, e aquilo que se sabe relativamente à sua ação anti-celulítica. 

 Cosméticos
Os anticelulíticos disponíveis no mercado apresentam uma grande diversidade de ingredientes.
A maioria dos produtos é constituída por misturas de ativos que atuam por diferentes mecanismos:

  • Aumento da lipólise (queima de gordura)
  • Diminuição da acumulação de gordura
  • Estimulação da microcirculação
  • Recuperação do aspeto da pele
  • Ação antioxidante (algo controverso...)

eficácia dos anti-celulíticos é variável e depende não só do efeito dos seus ingredientes, mas também da capacidade de penetração do produto final (creme, gel, etc). Este é um aspeto particularmente importante quando se fala de anticelulíticos, uma vez que dependendo do seu mecanismo de ação precisam de chegar à derme, ou até mesmo à hipoderme, que são duas camadas profundas da pele.

Se os ingredientes não chegarem ao seu local de ação não poderão atuar.

Neste sentido, uso de um exfoliante 1 a 2 vezes por semana antes da aplicação tratamento pode ser importante, uma vez que remove as camadas superiores de pele morta e permite assim uma melhor absorção do tratamento.

Uma boa técnica de massagem (imagem abaixo) pode ajudar a ultrapassar o problema da penetração mas também a melhorar a circulação.

    Ritual de massagem da Elancyl

Nestes produtos podemos encontrar inúmeros ingredientes, e este parece ser um mercado especialmente apelativo para apelar ao "naturalismo". No entanto, a maioria dos ingredientes naturais usados precisam ainda de dar muitas provas de eficácia...

  • Cafeína
    É o único ingrediente com eficácia largamente comprovada, e por isso é usado em praticamente todos os produtos. Isoladamente, a sua penetração na pele é relativamente fácil. No entanto, a sua eficácia no produto final depende deste fator, e da concentração em que se econtra.

    Atua fundamentalmente estimulando a lipólise (queima de gordura), tornando os adipócitos menos volumosos. Também estimula a microcirculação.

    A cafeína pode ser proveniente de extratos de plantas, como o café ou o guaraná.

    • Ativos patenteados

    Estes ingredientes são exclusivos de cada marca, e geralmente as suas características e eficácia são conhecidas apenas pelo fabricante. Felizmente, algumas marcas começam a divulgar os seus ensaios clínicos, ainda que parcialmente...

    • Extratos vegetais

    Os extratos são misturas de diversos compostos presentes na planta original. Embora o conjunto de todos compostos possa potenciar a ação de cada um, a concentração de cada composto no produto final é relativamente pequena.



    Por outro lado, há poucos estudos relativos à eficácia de a extratos de ação anticelulítica, e os que existem nem sempre seguem critérios de exigência adequados. Nenhum extrato conhecido tem eficácia comparável à da cafeína no tratamento da celulite, que por este motivo se mantém como o ingrediente de referência para estes produtos.


    Assim, na maioria dos casos estes ingredientes devem ser encarados pelo consumidor como auxiliares na obtenção do efeito desejado.

    Nos anticelulíticos são utilizados extratos de plantas que atuam sobretudo na estimulação da microcirculação, mas também podem ter ação antioxidante.

    Estão (parcialmente) estudados os efeitos dos seguintes extratos:
    • Ginkgo (Ginkgo biloba)
    • Centelha (Centella asiatica)
    • Gilbardeira (Ruscus aculeatus): contém ruscogenina e neorruscogenina.
    • Papaia (Carica papaya)
    • Ananás  (Ananas sativus)
    • Videira (Vitis vinifera)
    • Alcachofra (Cynara scolymus)
    • Hera (Hedera helix)
    • Meliloto (Melilotus officinalis)

    • Rubefacientes
    São responsáveis pela estimulação da circulação sanguínea, e por isso provocam uma sensação de calor, e por vezes até vermelhidão. Quando toleráveis, estes efeitos são perfeitamente normais.

    Podem também ajudar na penetração do produto, uma vez que o calor gerado provoca a dilatação dos poros.
    São vulgarmente usados os seguintes ingredientes:

    • Cânfora
    • Nicotinato de etilo
    • Nicotinato de metilo
    • Mentol

    Estes ingredientes podem melhorar o aspeto da celulite quando aplicados topicamente, uma vez que recuperam o aspeto da derme regulando a produção de colagénio e outras proteínas.
    Está também demonstrado que o retinol pode contribuir para reduzir a acumulação de gordura inibindo a maturação dos adipócitos, onde é armazenada.

    Suplementos alimentares


    • CLA (ácido linoleico conjugado)
    Pode encontrar-se na composição de muitos suplementos, e parece ter alguma na redução da gordura corporal, e como consequência na melhoria do aspeto da celulite.
    Pensa-se que o CLA atue promovendo a redução da ingestão calórica, aumentando o consumo energético ou reduzindo o volume e desenvolvimento dos adipócitos. 

    •  Extratos vegetais
    Geralmente os mesmos extratos podem ser usados em suplementos alimentares e cosméticos, com o objetivo de melhorar a microcirculação.

    A ingestão destes extratos tem com objetivo ultrapassar a dificuldade da penetração da pele, atingindo-a desde o interior. No entanto, não se sabe se os compostos ativos do extrato chegam a atingir a pele pela circulação sanguínea, uma vez que podem ficar retidos em vários órgão, ser rapidamente eliminados na urina ou até inativados pelo fígado. 
    Por isso, e uma vez mais, estes ingredientes devem ser encarados como auxiliares no tratamento da celulite.

    No caso dos suplementos alimentares, podem encontrar-se também extratos de plantas com ação na redução da gordura corporal. Neste caso, e para que se observe esse efeito, os suplementos devem complementados com uma alimentação equilibrada.

    Os extratos mais comuns com essa finalidade são:

    • Chá verde (Camellia sinensis)
    • Cloeus (Coleus forskohlii)
    • Guaraná (Paullinia cupana)
    • Café (Coffea spp.: Coffea arabica, geralmente)

    Também nestes suplementos anti-celulíticos, ou em drenantes usados no combate à celulite podemos encontrar extratos que têm como objetivo eliminar o excesso de líquido retido pelos corpo. São os mais comuns:
    • Cavalinha (Equisetum ssp.)
    • Java (Orthosiphon stamineus)
    • Dente de leão/Taráxaco (Taraxacum officinalis)
    • Hibisco (Hibiscus Sabdariffa)
    • Limão (Citrus × limon)
    • Erva mate (Ilex paraguariensis)

    • Vitamina C
    Para além de ter ação antioxidante, a vitamina C estimula a produção de colagénio pelas células da derme. Assim, este ingrediente é usado com o objetivo de melhorar a firmeza e o aspeto da pele.
    Já usaram algum destes produtos?
    Quais acham mais ou menos eficazes? 

    Sem comentários: