>

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Cremes de noite & Ritmo cicardiano

Elle
Certamente já todos ouvimos dizer que "devemos utilizar um creme de noite, porque é durante esta altura que a pele se renova e repara". E curiosamente, ou não, esta frase vem quase sempre acompanhada de uma tentativa de nos vender determinado produto.

Recentemente, e numa tentativa de "subir a parada", têm surgido também alguns produtos que alegam "re-sincronizar" o ritmo cicardiano das células da nossa pele.

Ora, que o modo de funcionamento do nosso organismo se rege por um "relógio biológico" já todos sabemos. A luz, em particular, mas também a temperatura, humidade ou poluição são alguns dos fatores que condicionam o quais os processos metabólicos mais ativos em determinado momento do dia.

Não me interpretem mal... Já vos falei de várias situações em que se justifica utilizar produtos específicos para a noite, e cada pessoa terá as suas. No entanto, até que ponto podemos extrapolar este conhecimento para definir que precisamos de determinado produto a determinada hora na nossa rotina de beleza?

Fiz a pesquisa do costume, e deixo-vos as minhas conclusões e opiniões, tendo em conta a investigação científica que é de domínio público.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Clinique Pep Start coffret

 

Uma prenda de Natal que se revelou uma agradável supresa :)

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Extratos| Centella asiatica (Gotu kola)

Normalmente falo-vos de ingredientes "puros", bem conhecidos, e cujos benefícios para a nossa pele são indiscutíveis. Mas cada vez mais há uma tendência para apostar em cosméticos naturais (seja lá o que isso for), e por isso achei importante dar-vos a conhecer alguns extratos que realmente fazem a diferença :)

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Frieiras| Reconhecer, prevenir e tratar


Comecei a pesquisar esta publicação a pedido de uma leitora. E por incrível que pareça, no dia seguinte apareceram-me as primeiras frieiras que alguma vez tive! Parece que o meu subconsciente levou esta publicação demasiado a sério...
Felizmente não durou muito... Mas temi que o meu dedo mindinho explodisse...

Embora seja uma publicação um bocadinho diferente daquilo que costumo fazer, a verdade é que não existe muita informação acerca das frieiras, que para algumas pessoas podem ser muito incomodativas e dolorosas...
Contudo, este problema também pode ser prevenido de formas muito simples :) Por isso, deixo-vos algumas dicas para lidarem com estas chatas da melhor maneira possível :)