>

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Extratos| Centella asiatica (Gotu kola)

Normalmente falo-vos de ingredientes "puros", bem conhecidos, e cujos benefícios para a nossa pele são indiscutíveis. Mas cada vez mais há uma tendência para apostar em cosméticos naturais (seja lá o que isso for), e por isso achei importante dar-vos a conhecer alguns extratos que realmente fazem a diferença :)


A Centella asiatica é uma planta que se encontra espalhada pela América do Sul. África, e sobretudo Ásia, onde é muito utilizada em preparações medicinais. Neste caso são utilizados apenas os caules e folhas, onde se encontram os compostos de maior interesse. Destes destacam-se o asiaticósido, mandecassósido, que na nossa pele são metabolizados a ácido asiático e ácido mandecássico e também alguns flavonóides.

Em produtos cosméticos podemos encontrar tanto o extrato da planta como as moléculas ativas isoladas, em concentrações mais elevadas, permitindo assim uma ação mais eficaz.

Funções
  • Reepitelizante
O extrato de Centella asiatica mostrou acelerar o fecho de feridas abertas, promovendo uma maior espessura da epiderme na pele tratada. Pensa-se que fibroblastos que circundam a ferida são estimulados a migrar para as zonas lesadas, e/ou que os compostos ativos desta planta estimulam a produção de fatores de crescimento essenciais para a cicatrização da pele.

  • Antioxidante
Para além de conter compostos de ação antioxidante, este extrato tem a vantagem de estimular a capacidade antioxidante natural da nossa pele. Esta última característica é especialmente interessante, e diferencia os compostos da Centella asiatica de outras substâncias antioxidantes.

  • Estimula a produção e fixação do colagénio, e de outros componentes da derme

O asiaticósido em particular, mas também o mandecassósido mostraram estimular a síntese e colagénio em fibroblastos humanos, além de melhorar a formação e coesão de redes desta fibra. Este último aspeto é muito importante para a resistência da derme.

Além disso, também se verificou que os compostos ativos deste extrato podem estimular a síntese de fibronectina, mas também proteoglicanos e glicosaminoglicanos, como o ácido hialurónico, que são importantes para a firmeza, volume e hidratação da pele.

Estes componentes da derme ligam-se e entrelaçam-se em redes tridimensionais. 

Por isso, o facto de a Centella asiatica conseguir a estimular simultaneamente da produção de todos eles torna este extrato especialmente interessante.

  • Estimula o crescimento de novos vasos sanguíneos
Quando aplicado em feridas abertas, verificou-se que este extrato melhora a proliferação de novos vasos sanguíneos, que são importantes para transportar oxigénio e nutrientes à pele lesada.


Usos em cosmética

  • Cicatrização de feridas e queimaduras
O extrato de Centella asiatica e os seus compostos isolados são já largamente utilizados em preparações médicas e em cosméticos no tratamento de feridas, já que melhoram a irrigação sanguínea na zona afetada, estimulam os restabelecimento das defesas antioxidantes da pele; mas acima de tudo porque estimulam a formação de novas células e melhoram a síntese de colagénio de boa qualidade.

Vários estudos mostram que quando tratadas com concentrações eficazes de ativos da Centella asiatica, as feridas cicatrizam mais rápido, e a pele formada de novo apresenta melhor elasticidade e firmeza do que aquela que não foi tratada.

  • Estrias
Tal como a pele ferida, também a pele que é distendida de forma abrupta pode não ter capacidade para se readaptar, sintetizando as fibras dérmicas necessárias para tal, formando estrias. Assim, o extrato de Centella asiatica torna-se também especialmente interessante na prevenção e tratamento das fases iniciais deste problema.

  • Celulite
Ao estimular a síntese de componentes da derme, a Centella asiatica pode ser utilizada como adjuvante no tratamento tópico da celulite, melhorando a firmeza e qualidade geral da pele.

  • Proteção solar
A ação antioxidante direta do extrato de Centella asiatica torna-o interessante na proteção solar. Contudo, o facto de estimular a elevação da capacidade de defesa antioxidantes natural da pele dão-lhe um papel ainda mais relevante!

  • Anti-envelhecimento

Ao melhorar a síntese de colagénio, glicosaminoglicanos mas também a capacidade antioxidante da pele, o extrato de Centella asiatica torna-se num extrato especialmente interessante na prevenção e correção dos sinais de envelhecimento cutâneo.

No entanto, não existem estudos realizados em humanos que comparem a eficácia do uso isolado deste extrato ou de cada um dos seus compostos ativos com outros ingredientes "standard" usados no tratamento do envelhecimento da pele. Nem tão pouco é espectável que algumas vez isso se prove... Mas nestas coisas, nunca se sabe :)

Por isso, nos produtos anti-envelhecimento, a Centella asiatica deve ser encarada apenas como um extrato auxiliar.

Cuidados a ter


Alguns dos compostos presentes nestas planta, sobretudo o asiaticósido, foram já identificados como potenciais sensibilizantes quando aplicados na pele, sobretudo em concentrações elevadas.

Sem comentários: