>

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Vitamina E


A pele é diariamente exposta a agressões externas, das quais se destacam a radiação solar, o tabaco ou a poluição, mas também a a agressões internas, como são exemplo as reações inflamatórias. Para protegê-la dessas agressões, existem moléculas como a vitamina E que está naturalmente presente nas células da nossa pele. 

Esta substância é secretada pelo sebo mas não pode ser produzida pelo ser humano, e por isso precisa de ser ingerida ou aplicada à superfície da pele.

Assim, a vitamina E ser encontrada em inúmeros cosméticos, sobretudo nas formas de tocoferol ou acetato de tocoferol.


Funções
  • Antioxidante
Pensa-se que a vitamina E é a responsável por grande parte da capacidade antioxidante da pele humana.

Uma vez que tem uma grande afinidade para as gorduras, a vitamina E protege eficazmente as membranas celulares dos radicais livres.

  • Anti-inflamatória
Além da sua ação antioxidante, alguns estudos sugerem que a vitamina E tem também uma ação anti-inflamatória independente da primeira. Esta propriedade resulta da redução da expressão de alguns genes que são responsáveis por estimular a cascata inflamatoria.



Uso em cosmética

  • Hidratante

Existe evidência que sugere que esta molécula é capaz de melhorar a hidratação da pele quando aplicada à sua superfície.

  • Prevenção e correção do fotoenvelhecimento
A vitamina E é utilizada na prevenção do stress oxidativo que resulta da exposição solar. Este fenómeno agrava a queimadura solar, mas também acelera significativamente o envelhecimento da pele.

Além disso, alguns estudos demonstram que a aplicação diária e prolongada de produtos contendo 5% este ingrediente é capaz de atenuar o aspeto das rugas já instaladas.

Assim, é muito frequente encontrar a vitamina E em produtos que corrijam o envelhecimento, mas também em protetores solares que fazem a sua prevenção.


  • Cicatrização

As propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes deste ingrediente fazem com que seja capaz de acelerar a cicatrização da pele, prevenindo a formação de cicatrizes após uma lesão, cirurgia ou até de um procedimento estético.
  • Conservante

As propriedades antioxidantes da vitamina E fazem desta uma molécula de eleição para proteger e estabilizar ingredientes ativos de se oxidadarem ao longo do tempo.


Que produtos escolher?

Para tirar o máximo benefício da vitamina E faz todo o sentido optar por produtos que contenham também vitamina C, já que esta última é capaz de regenerar a primeira quando essa é oxidada. Quando conjugadas, as vitaminas C e E têm uma capacidade antioxidante muito superior à soma de cada uma delas isoladas.



Sem comentários: