>

sexta-feira, 4 de março de 2016

Pintar e modelar as unhas| Do verniz ao spray


Na hora de pintar as unhas, já não basta escolher a cor do verniz!

Para além dos produtos tradicionais, já podemos contar com tecnologias que permitem fazer uma manicure mais duradoura, ou até mesmo alongar e desenhar o formato de unha que queremos. Já a grande inovação do momento, é mesmo o verniz em spray.

Será que a manicure tradiconal se vai deixar de usar?


Verniz tradicional

Os vernizes tradicionais são constituídos por:
  • Resinas, como a nitrocelulose e polímeros de acrílico, entre outras, que conferem brilho e resistência 
  • Plastificantes, que dão flexibilidade aos vernizes impedido-o de estalar
  • Corantes, que lhe dão cor
  • Aditivos, que alteram as características viscosidade ou outras
  • Solventes, que dissolvem todos estes ingredientes 
Quando o verniz é aplicado o solvente evapora, deixando os restantes componentes depositados na unha. É por isso que os vernizes têm um cheiro tão característico e necessitam de um tempo de secagem.


"Vernizes" de longa duração

Ao contrário dos vernizes tradicionais, estes produtos são muito resistentes, e solidificam de forma diferente. São compostos essencialmente por:
  • Monómeros (uma molécula) e Oligómeros (conjunto de moléculas ligada) de acrilatos de uretano, polímeros que quando unidos formam a estrutura do gel duro
  • Corantes (produtos não transparentes), que conferem a cor 
  • Fotoiniciadores, que iniciam a formação do gel

Após a aplicação do produto na unha, esta é colocada debaixo de um aparelho contendo um a lâmpada UV ou LED. A exposição a esta radiação transforma o fotoiniciador num radical livre, que por sua vez induz o endurecimento do produto através da adesão dos vários oligómeros que formam uma rede. Por reagirem na presença de luz, os frascos destes produtos são necessariamente opacos.

A duração da manicure depende apenas do tempo que demora a crescer, e que varia entre 2 a 3 semanas.

  • Gel


Este produto de longa duração é relativamente viscoso e por isso permite o alongar e construir uma extensão da unha, usando um molde e um gel de alongamento antes do produto de corDevido ás suas características químicas, a sua remoção é feita com recurso uma broca e lima.

  • Gelinho ou verniz de gel

Embora existam os dois nomes, estes produtos são quimicamente semelhantes. Neste caso, não é possível alongar a alongar a unha mas fora isso a aplicação é semelhante, uma vez que estes produtos são quimicamente muito parecidos

Ao contrário do gel, o gelinho ou verniz de gel pode ser removido com acetona, embebendo um algodão rodeado com papel de alumínio por alguns minutos.



Vernizes híbridos vs efeito gel

Nenhum destes produtos pode ser considerado gel ou gelinho, já que nem a constituição química nem a durabilidade são as mesmas. Neste caso, o acabamento pode ser quase igual.

  • Híbridos 
Passam tanto pelo processo de endurecimento por evaporação do solvente dos vernizes tradicionais como a polimerização dos oligómeros e o fotoiniciador dos produtos de longa duração, passando simultaneamente por um processo de secagem e de polimerização com recurso à radiação UV natural. São raras as marcas que dispõem destes produtos em Portugal, neste momento.

  • "Efeito gel"
Estes vernizes dão um acabamento com brilho e espessura semelhantes aos produtos de longa duração, mas quimicamente pouco têm a ver com eles.


Verniz em spray



Este é um produto recente, mas promete continuar a dar que falar! 

Pode ser aplicado sozinho, para um resultado rápido mas que dura pouco tempo, ou com uma base/top coat antes depois do spray, que devem secar tal como na manicura normal. O excesso de produto que fica na pele é facilmente removido lavando as mãos com água.

Pode ser uma boa solução para quem gosta de mudar de cor com frequência, mas não quer perder muito tempo a pintar as unhas...

Sem comentários: