>

quinta-feira, 31 de março de 2016

Pele seca ou desidratada?



Nesta altura do ano, muitas são as pessoas que se queixam por a pele ficar "seca", ainda que em alguns casos esta até tenda a ser oleosa. E se por um lado há quem realmente tenha este tipo de pele, quem geralmente sofre de oleosidade dificilmente verá o seu tipo de pele mudar no espaço de uma estação do ano... Assim, muitas vezes essa dita "pele seca" trata-se sim de uma "pele desidratada".

Em ambos os casos, podem aparecer sinais como:
  • Pele baça e áspera
  • Descamação
  • Sensação de picar e/ou repuxar
  • Sensibilidade aumentada
  • Linhas de desidratação, como que pequenas rugas, que desaparecem com a aplicação de um hidratante.

E embora todos estes problemas possam aparecer tanto na pele seca como na pele desidratada, com maior ou menor gravidade, há uma característica fundamental que as distingue, e faz com que a resolução de cada um destes problemas seja diferente.

Porque é que a água é importante?

A água constitui cerca de 70% da pele, na sua totalidade, e está presente em 30% da composição da epiderme, a sua camada mais externa.

A epiderme é uma camada de células muito compacta, e entre outras funções é responsável por evitar que a água evapore graças ao reduzido espaço entre essas mesmas células e ao filme hidrolipídico. Este filme, que é constiuído pelo fator humectante natural (NMF), o sebolípidos secretados pelos corneócitos preenche o espaço entre estas células e atua como uma barreira entre a pele o exterior. 

Em situação de desidratação, à medida que a concentração de água na pele diminuiu, esta perde volume e elasticidade, torna-se baça, e deixa de conseguir manter todas as suas funções em pleno.

Secura vs Desidratação

A pele diz-se seca quando a quantidade de sebo que produz é muito reduzida.  na pele seca, é principalmente a falta de gordura à superfície da pele que causa os sintomas de desidratação.
A falta de sebo à superfície da pele facilita também a entrada de substância e microrganismos irritantes, e pode tornar a pele mais sensível e suscetível à inflamação ou até infeção.

Já a pele desidratada caracteriza-se apenas por ter um baixo conteúdo de água. Os sintomas de desidratação podem ser exatamente os mesmos que aparecem na pele seca, mas neste caso não há falta de sebo, podendo mesmo haver sinais de oleosidade como tez luzidia, presença de pontos negros, pontos brancos ou até borbulhas.

O que pode causar ou agravar estes problemas?

  • Pele desidratada 
Na maioria dos casos, a desidratação pode ser facilmente revertida usando cosméticos apropriados. Este problema manifesta-se ou agrava-se na presença de alguns fatores:

  • Alterações climáticas que aumentam a evaporação de água através da pele, como ventoexposição solar excessiva ou viagens para climas mais secos
  • Locais com aquecimento ou ar condicionado, que tornam o ar mais seco, como aviões, centros comerciais ou locais climatizados
  • Alterações na composição química do filme hidrolipídico, que o tornam menos capaz de reter água na epiderme
  • Uso de produtos desadequados, como produtos de limpeza abrasivos ou até água demasiado quente, esfoliantes ácidos fortes, tónicos contendo grandes quantidades de álcool, cosméticos contendo ingredientes irritantes, etc.
  • Depilação do pêlo ou da barba, que arrasta e elimina a algumas das camadas superiores da pele, e também parte da água e do filme hidrolipídico


  • Pele seca 
Geralmente um tipo de pele, e não uma situação transitória, que pode dever-se à predisposição genética de algumas pessoas, sendo mais comum à medida que envelhecemos. Pode ser também uma situação reversível em caso de doença ou aquando da toma de medicação (retinóides, pílulas anti-concecionais, anti-androgénios, etc.).

Este questionário pode ajudar a descobrir se tem pele seca, e os cuidados específicos para este tipo de pele foram já abordados nesta série de publicações.


Como resolver?
  • Pele desidratada

Antes de mais, é necessário evitar produtos que potenciem este problema como produtos de limpeza demasiado espumantes (como os sabões), elevado conteúdo de álcool ou produtos de tratamento agressivos em peles sensíveis ou durante picos de desidratação. Durante as estações mais frias, ou quando é necessário frequentar locais em que o ar é mais seco, a desidratação pode ser prevenida ultlizando produtos que retenham a água na pele por mais tempo. 
Das muitas marcas presentes no mercado, há já várias que têm gamas específicas para o tratamento dos problemas de desidratação tanto das peles secas como das mais oleosas. Estes produtos são chamados de:
  • Rico, quando destinados a pele seca com sintomas de desidratação. Geralmente em creme (ver tópico "Pele seca").
  • Ligeiro/suave, quando destinado a pele mista ou oleosa. Estes produtos podem apresentar-se como creme, gel-creme ou fluído. São hidratantes, mas não potenciam o aparecimento de comedões ou borbulhas



De uma forma geral, contêm grandes concentrações de ingredientes humectantes, como a glicerina, a ureia, ou o ácido hialurónico, e de ingredientes oclusivos, como óleos e manteigas vegetais, silicones ou lípidos semelhantes àqueles que a pele produz.
Para os momentos de maior desidratação, em que a pele se encontra especialmente desconfortável, existem também máscaras hidratantes que podem ser aplicadas por alguns minutos ou até durante toda a noite e que restabelecem rapidamente o conforto da pele. Também neste caso podem ser encontradas soluções para a pele mista ou oleosa.
  • Pele seca
No caso de ter pele seca é ainda mais importante evitar os produtos acima mencionados, e que que contribuem para o agravamento dos sintomas da secura

Posteriormente, e uma vez que na maioria dos casos este é um problema permanente, há que ter o cuidado de usar diariamente produtos adequados a esse tipo de pele, e que normalmente são descritos como:
  • Nutritivo
  • Rico
  • Relipidante
  • Reconfortante
Estes produtos contêm uma grande percentagem de ingredientes humectantes, mas diferem dos cosméticos para pele apenas desidratada por serem especialmente ricos em ingredientes emolientes e oclusivos, que repõem a quantidade de lípidos que deveria estar presente na pele. Por este motivo, estes cosméticos apresentam-se geralmente em creme e a sua textura é mais untuosa.

Sem comentários: