>

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Queda de cabelo sazonal pt.2| Cosméticos capilares e suplementos alimentares

Como foi detalhado na publicação anterior, a queda de cabelo sazonal está relacionada com um maior número de cabelos em fase de telogénese (início do desprendimento do cabelo), relativamente àqueles que se encontram em anagénese (fase de crescimento). Os cabelos que caem serão substituídos, e por isso não haverá uma perda de cabelo definitiva. Este fenómeno é completamente normal, e não requer necessariamente um tratamento

No entanto, se a queda se tornar muito incómoda porque já tem um cabelo frágil, e pouco abundante, poderá tentar minimizá-la recorrendo a cosméticos que atuem sobre a raíz do cabelo ou a suplementos alimentares.

Por outro lado, e se o cabelo já começou a cair, é natural que este tipo de tratamento não seja eficaz para travar essa queda que já está em curso. Para evitar a queda sazonalestes tratamentos deverão ser iniciados pelo menos 3 meses antes do período em que prevê o início da queda.


Cosméticos capilares

Todas as marcas de produtos capilares dispõem de uma gama anti-queda, que geralmente é constituída por um champô fortificante, e um conjunto de ampôlas para aplicação no couro cabeludo. Observando cuidadosamente alguns destes produtos rapidamente se percebe que a sua composição é muito variada entre diferentes marcas. Isto acontece porque não se conhece nenhum ingrediente de uso cosmético ou combinação de ingredientes que seja reconhecidamente eficaz para travar a queda sazonal

Nestes produtos podem constar desde vitaminas, aminoácidos, minerais, extratos vegetais ou moléculas de origem sintética.
São mais comuns:

  • Zinco
  • Vitaminas
    • B3 (niancia)
    • B5 (ácido pantoténico)
    • C (ácido ascórbico)
  • Biotina
  • Aminoácidos
    • Hidrolizado d proteína (contendo vários)
    • Taurina
    • Cistina
  • Extratos vegetais
    • Chá verde (Camelia sinensis)
Embora a aplicação destes produtos possa contribuir para o fornecimento de nutrientes necessários para formação de novos cabelos, e dessa forma contribuir para um crescimento de cabelos mais resistentes, nenhum destes ingredientes ou combinação parece atuar na origem da queda de cabelo sazonal, diminuindo a da percentagem de cabelos que entra em telogénese.

No entanto, existem alguns ingredientes de uso cosmético que poderão ser interessantes para prevenir e minimizar este tipo de queda:
  • Aminexil, uma molécula desenhada e sintetizada pela L'oreal inspirada no minoxidil, o único medicamento atualmente eficaz para tratar este tipo de queda de cabelo. É comercializada em produtos destinados a prevenir a queda de cabelo, e por isso estes deverão ser utilizados antes do período previsível de queda.
  • Cafeína, outro dos ingredientes usados em produtos anti-queda, uma vez que alguns estudos sugerem que poderá aumentar o número de cabelos em anagénese (fase de crescimento), em comparação com o número de cabelos em telogénese (início do desprendimento do cabelo).

Suplementos alimentares

Os suplementos alimentares destinados a travar a queda de cabelo, sobretudo a queda sazonal, são muito pouco consensuais. Tal como para os cosméticos, seria necessário que estes suplementos aumentassem o número de cabelos em anagénese (fase de crescimento) relativamente ao número de cabelos em telogénese 
(início do desprendimento do cabelo), e que fossem tomados no minimo 3 meses antes do início do período de maior queda.

Neste sentido, em 2007 um estudo demonstrou que uma a combinação de nutrientes em determinadas doses poderá induzir especificamente a entrada de cabelos em anagénese (fase de crescimento). O suplemento utilizado combinava 20 mg de cistina, 20 mg de queratina (principal proteína que constitui o cabelo), 100 mg de Saccharomyces cerevisiae, 60 mg de pantotenato de cálcio (percursor da vitamina b5) e 20mg de PABA (ácido para-aminobenzóico). No entanto, até hoje a composição dos suplementos atualmente disponíveis no mercado português é pouco semelhante a esta.


A principal vantagem do uso de suplementos, e que não se relaciona diretamente com a queda de cabelo sazonal, poderá estar na garantia de que o organismo dispõe de todos os nutrientes necessários para que o novo cabelo nasça mais grosso e resistente. Pensa-se que estes suplementos só serão eficazes quando existem carências nutricionais, em que não é possível obter os alguns nutrientes essenciais à formação de cabelo através da dieta. Alguns destes nutrientes são frequentemente negligenciados na nossa alimentação, e por isso quando a alimentação não é a mais cuidada é natural que haja algumas deficiências nutricionais. Neste tipo de suplementos, é recorrente o uso de:
  • Cistina
  • Zinco
  • Ferro 
  • Biotina
  • Vitaminas
    • B3 (niacina)
    • B5 (ácido pantotétinco)
    • B12 (cobalamina)
    • D
É natural que nestes suplementos também encontre outro tipo de nutrientes e extratos vegetais que poderão ter um papel auxiliar.

Se após terminado este período, e fora das estações do ano de maior queda, o seu cabelo continuar a cair com muita abundância, talvez seja indicado consultar o seu médico.

Sem comentários: