>

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Novidades| Novembro/Dezembro/ Janeiro 2018


Sim, sim; é uma publicação de novidadescom uma série de meses de atraso. Mas uma vez que vocês gostam bastante delas, e daqui a 2/3 semanas já vamos ter uma série de novos produtos; vamos ao que interessa!


Filorga NCEF Night-Mask


Para quem sentia falta de um creme de noite na linha NCTF, a Filorga lança a NCEF Night-Mask. E chama-se NCEF porquê? Porque de acordo com a marca, o complexo NCTF e o ácido hialurónico encontram-se agora encapsulados em cronosferas, permitindo uma absorção superior e uma libertação prolongada.

Esta máscara de noite destina-se essencialmente a minimizar os sinais de fadiga da pele e a redefinir os contornos da mesma. Para isso, a formulação contém o complexo Melatonin-CX, extraído da árvore da seda, e que segundo a marca permite relaxar os traços do rosto.

Adicionalmente, este produto contém uma combinação de péptidos que terão a capacidade de potenciar a síntese de colagénio e ácido hialurónico. Para proporcionar uma proteção anti-poluição, este produto contém ainda extrato de indigo vermelho. 

A textura é adequada para todos os tipos de pele, e embora tenha o nome de máscara pode ser usada todas as noites.


Dr. Jart+ Peptidin


Desta vez, a Dr. Jart+ decide apostar tudo nos péptidos biomiméticos; criando assim dois produtos anti-envelhecimento: o Peptidin Firming Serum, para a flacidez; e o Peptidin Radiance Serum; para a perda de luminosidade.

O Peptidin Firming Serum destina-se a exercer uma ação tensora sobre a pele graças à presença de 8 péptidos e de uma combinação de polímeiros; contendo também uma concentração relativamente elevada de niacinamida e extratos vegetais. Parece-me uma interessante solução de compromisso entre ação imediata e de longo prazo; que me levaria arriscar experimentar caso a firmeza fosse uma preocupação para a mim.

Já o Peptidin Radiance Serum contém 8 péptidos e extratos vegetais distintos, e que atuarão essencialmente sobre a pigmentação cutânea; a par de uma concentração de niacinamida que aparenta ser semelhante à do produto anterior. O primeiro sérum parece-me ser mais interessante; mas tratando-se da Dr. Jart+ não dercartaria a hipótese de este ser igualmente bom!

Mais uma vez, o packaging é irrepreensível, e a divulgação também não desilude. Contem com ele em Portugal lá para Janeiro.


Babé ampolas


Desta vez foi a Babé que decidiu apostar nas ampolas; criando formulações com concentrações elevadas de ingredientes ativos e direcionadas para 3 tipos de preocupação. 

As Vitamin C+ contêm 10% de vitamina C (na forma de ascorbil fosfato de sódio) e 5% de extrato de alcaçuz; tendo como objetivo uniformizar a tez e proteger a pele do stress oxidativo.

Já as Proteoglycan F+F são dirigidas para a perda de firmeza, contendo 1% de proteoglicanos, hidratantes e preenchedores;  e 5% de Argireline, um péptido de ação botox-like

Por fim, as BiCalm+ destinam-se a todas as variantes de pele sensível; e têm como objetivo acalmar a irritação restaurando a barreira cutânea. Para isso, este produto conta com 10% de extrato de alcaçuz e de 5% extrato de aveia.

Todas as ampolas garantem 24 horas de hidratação. As Proteoglycan F+F e as BiCalm+ parecem-me especialmente interessantes, tendo em conta aquilo que já existe no mercado.


Clinique iD


Pensei em várias maneiras de vos explicar este produto; por isso já estão a ver a confusão que para aí vem. No fundo, tratam-se dos hidratantes da linha Dramatically Diffrent... com um twist!

Então é assim: primeiro começam por escolher a vossa base hidratante favorita: loção, gel ou geleia (jelly, transparente). De seguida, selecionam o concentrado que mais se adapta às vossas preocupaçoes: 
  • Irritação (verde), com extratos vegetais, cafeína e lisados de microrganismos;
  • Manchas ou tom de pele irregular (branco), com glucósido de ascorbilo, cafeína, e extratos vegetais;
  • Poros visíveis ou textura pouco uniforme (azul), com ácido glicólico, ácido lático, cafeína e extratos vegetais;
  • Sinais de fadiga (laranja), com ácido glicólco, RNA sódico, cafeína, ácido salicílico, e extratos vegetais;
  • Rugas e linhas finas (lilás), com proteína do leite, extratos vegetais, cafeína e péptidos biomiméticos.
No final, obtêm um produto hidratante com alguma ação mais específica e adaptadas às vossas necessidades! Os concentrados encontram-se no dispensador que é colocado no hidratante selecionado, sendo que as formulações concentradas são diluídas numa proporção de 1 para 10.

Há 15 combinações possíveis e não será possível adquirir os concentrados separadamente. A boa notícia é que a combinação do concentrado + hidratante terá o mesmo preço do hidratante  Dramatically Diffrent antifgo (€55); que passa agora a chamar-se Clinique iD custa isoladamente €40.


Avène Dermabsolu



As linhas anti-envelhecimento da Avène têm sido as minhas favoritas durante muitos anos por preservarem o uso de retinóides nas suas formulações. Atualmente a marca parece querer apostar mais nas peles sensíveis; e após a substituição da Eluage por Physiolift lança agora a Dermabsolu, em alternativa à Serenage.

As formulações têm como base a água termal Avène, e o retinaldeído terá sido substituído agora pelo bakuchiol. Este ingrediente de origem vegetal não é propriamente novo, e tem vindo a ser usado há alguns anos em detrimento do retinol uma vez que parece estimular os mesmos genes do que este último; conferindo uma melhoria significatina na aparência das rugas, pigmentação, firmeza e elasticidade cutânea. Os estudos que existem são ainda escassos, mas a eliminar os retinóides; esta parece-me ser uma alternativa sensata.

Adicionalmente, os produtos da nova gama contêm também ácido hialurónico e polifenóis de baunilha, o ativo Glycoléol (linoleato de glicerilo, percursor dos lípidos cutâneos) e a patente Sytenol, que segundo a marca permitirá redefinir o oval do rosto.

Esta gama contém também texturas mais atuais do que a anterior; e gostei especialmente da atualização que fizeram aos boiões tradicionais.


Sunday Riley A+ High dose retinol serum

Depois do Luna, a Sunday Riley lança em  Janeiro um produto concentrado contendo 6,5% retinóides. Como? Ora 5% vão para uma combinação de ésteres do retinol (não revelados à data da escrita da publicação), 1% para o retinol lipossomado e 0,5% para um extrato de algas; que segundo a marca terá uma atividade semelhante à dos retinóides. Este produto contém ainda coenzima Q10 encapsulada, de ação antioxidante; bem como uma série de extratos vegetais de ação calmante, a fim de contrariar os potencial irritante dos retinóides.

No global, o A+ High dose retinol serum tem como objetivo combater os sinais do envelhecimento provocados pela exposição solar, e a marca posiciona-o mesmo para pele sensível.

Apesar disso, eu não investiria nele sem antes experimentar uma amostra (ou duas...).


Eucerin Hyaluron-Filler Peeling & Sérum Noite


A moda das 2 formulações em 1 produto parece ter vindo para ficar; e desta vez é a Eucerin que aposta nesta abordagem.

De um lado, temos uma emulsão cremosa concentrada em AHA (alfa-hidroxiácidos) com ácidos glicólico e lático, e gluconolactona; permitindo uniformizar e afinar a textura da pele e reduzir a profundidade das rugas; bem como a saponina glicina; que segundo estudos in vitro realizados pela marca será capaz de promover a síntese endógena de ácido hialurónico.

Do outro lado, encontra-se um gel transparente contendo ácido hialurónico de alto e baixo peso molecular; capaz de proporcionar hidratação e alisamento imediatos.

É um produto de textura ligeira e adaptado a todos os tipos de pele; pelo que será transversal a todas as sub-gamas da agora univesal Hyaluron-Filler.


Sesderma Sesretinal Young & Mature



Ciente de que os retinoides são benéficos desde a adolescência até à idade adulta; a Sesderma desenvolveu a linha Sesretinal Young e Mature. Ambas usam o retinaldeido lipossomado como principal ingrediente ativo, uma vez que este percursor do ácido retinóico é mais potente do que o retinol que tantas vezes vemos em produtos cosméticos.

Os produtos Sesretinal Young, para pele jovem; visam regular a secreção sebácea e promover a renovação da epiderme; minimizando assim o desenvolvimento de lesões retencionais e inflamatórias (versão Plus, com ácidos láurico e mirístico).

Já os produtos Sesretinal Mature têm igualmente o objetivo de alisar a superfície cutânea, através da sua renovação; mas também da promovoção da síntese de componentes da matriz dérmica (colagenio e ácido hialurónico) e minimização a hiperpigmentação. Nesta gama encontram-se adicionalmente fatores de crescimento e extratos de bagas goji.


Martiderm Flash sérum


A mesma formulação das ampolas, mas agora em formato sérum. Se já usavam as Flash durante todo o ano, idependetemente da ocasião; agora podem fazê-lo de uma forma mais prática! O novo produto contém 15ml.


Kiehl's Cannabis Sativa Seed Oil Herbal Concentrate


Apesar de a Cannabis ser apresentada como uma nova tendência em cosmética; a verdade é que  já muitas marcas usam partes da planta há alguns anos. Não obstante disso, ultimamente têm surgido cada vez mais produtos contendo de Cannabis sativa ou Cannabis indica.

O Cannabis Sativa Seed Oil Herbal Concentrate da Kiehl's destina-se a acalmar e hidratar a pele sensível; contendo 60% de óleo de semente de Cannabis sativa (hemp) como o principal emoliente deste produto. Este óleo vegetal é constitituído maioritariamente por triglicerídos dos ácidos lineoleico, alfa-linolénico e oleico (em pequena quantidade); que lhe conferem uma elevada fluidez e leveza. 

No entanto, o óleo das sementes desta planta contém uma baixa quantidade de THC (tetra-hidrocanabinol) e de CBD (canabidiol). O THC é o principal responsável pelas sensações de bem-estar (chamemos-lhe assim) associadas à planta, enquanto o CBD terá um efeito psicoativo menos marcado; reduzindo inclusivamente os efeitos da primeira molécula quando ambas estão presentes. O CBD em particular parece ser interessante para aplicação tópica, uma vez que será capaz de reduzir a inflamação cutânea. No entanto, nem o THC nem o CBD podem ser encontrados nas sementes em quantidades consideráveis; e a extração de outras partes da planta que poderiam conter mais CBD tende a ultrapassar os limites permitidos para o THC. Neste sentido, não será possível vir a "sofrer" de efeitos psicoativos através do uso tópico ou acidental inalação/ingestão do mesmo; no entanto também não estarão a usufruir significativamente dos benefícios anti-irritantes do CBD; se é isso que procuram.

Além deste óleo vegetal, a Kiehl's incluiu também o óleo de flores e folhas de oregão neste produto; que segundo a marca contribuirá para acalmar a pele sensível.

Está disponível a partir de 15 de Janeiro. Sinto-me muito tentada a experimentar!

Sem comentários: