>

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Phyto RE30 | Repigmentante para os cabelos brancos!


Se seguem minimamente o Brandon Truaxe da DECIEM (e convenhamos que nos últimos dias não há como não fazê-lo); certamente saberão era uma questão de tempo até surgir o primeiro produto com ação repigmentante sobre os cabelos brancos.

Os meus cabelos brancos apareceram por volta dos 14 anos. E embora não me preocupe muito com eles, até porque decidi ser "ruiva" enquanto anseio pelo dia em que terei uma cabeleira totalmente branquinha; sei que gostaria de ter um produto destes caso não usasse coloração. Convenhamos que o problema não está propriamente nos cabelos brancos, mas sim no meio termo do qual poucas pessoas saem.

Por cá, foi a Phyto quem deu o primeiro passo na formulação desse produto, direcionado-o especificamente para quem começa a ver os primeiros fios despigmentados. E porque tenho a certeza que serão muitas as vossas dúvidas; contactei a marca no sentido de perceber o fundamento desta tecnologia; e hoje conto-vos tudo! 



Adaptado de Hoffman, Robert M. The hair follicle as a gene
therapy target. 2000. Nature Biotechnology volume 18:20–21
Caníce, a perda de pigmentação capilar

Este fenómeno consiste na perda de capacidade de produção e transferência de melanina por parte dos melanócitos do bulbo capilar; o que ocorre em paralelo com e incapacidade de recuperação dos melanócitos que vão sendo perdidos. Desta forma, os cabelos brancos apresentam "espaços vazios" nos locais onde era suposto existir melanina, e os os poucos melanócitos que ainda existem não terão capacidade suficiente para produzir este pigmento e colocá-lo na fibra capilar. Pensa-se que a caníce terá motivos de ordem genética, ou seja; determinados genes deixarão de ser expressos à medida que envelhecemos, e isso dependerá em parte de características herdadas pela pessoa em questão.

Este fenómeno é acelerado pela  sobreprodução de peróxido de hidrogénio que em condições normais seria degradado pela catalase, uma enzima antioxidante que parece estar também pouco ativa nestas pessoas. O peróxido de hidrogénio é um radical livre, tendo a capacidade de degradar e comprometer a viabilidade dos melanócitos; a par de outros metabolitos que podem ser igualmente nocivos.


Phyto RE30

Este produto contém o péptido RE30, de estrutura semelhante à da hormona alfa-MSH; e que por sua vez estimulará atividade da tirosinase; a principal enzima envolvida na síntese de melanina, quer na pele quer nos cabelos. 

Desta forma, o RE30 será responsável por "reativar" a capacidade de pigmentação dos cabelos, sendo que a Phyto afirma ainda que este ingrediente poderá aumentar também a transferência de melanina para a fibra, potenciar a atividade da catalase e reduzir a quantidade de peroxido de hidrogénio no bulbo capilar.

Claro está que este produto apenas poderá atuar nos melanócitos que ainda estiverem funcionais, e nos quais por algum motivo a síntese de melanina não sei viável. Acredito que este seja o principal motivo que impede uma ação repigmentante "total".

Adicionalmente, este produto contém ainda o extrato de tulipa púrpura, que segundo a marca  atuará sobre as KAP's (Proteínas Associadas à Queratina); promovendo assim um aumento na resistência e flexibilidade dos cabelos.


Resultado

Para medir a eficácia deste produto, a Phyto testou a sua ação através de estudos in vitro (em células) e in vivo (em humanos).

Após 3 meses de utilização diária, terá havido uma redução de 30% no número de cabelos brancos visíveis; resultado esse que foi obtido através da medição da densidade de pigmentação na cabeleira de 15 voluntários. 

Isto quer dizer que nem todos os cabelos brancos serão repigmentados? Sim. Ou pelo menos não totalmente. E tal como expliquei acima, é natural que assim seja. Claro está que se tiverem vários cabelos brancos este produto não será suficiente para reverter o aspeto da caníce, e nesse caso terão forçosamente de recorrer à coloração. A Phyto é aliás muito clara nesse ponto. 

Ainda assim, este produto continua a ser uma verdadeira inovação, e quem sabe se não será até um ponto de partida para o desenvolvimento de produtos ainda mais eficazes?

Sem comentários: