>

domingo, 20 de maio de 2018

8 formas de poupar em produtos de beleza


Isto de ser blogger e trabalhar com cosmética é muito bonito, mas na verdade não há um dia que passe sem que me apeteça comprar qualquer coisa, por mais insignificante que seja. Digo "apeteça" porque na verdade ganhei em auto-controlo aquilo que não tenho em orçamento, e passei também a adotar algumas estratégias que me ajudam a reduzir os gastos.

Extravagâncias pontuais? Também as cometo, claro. E sabem tão bem...



Estabelecer objetivos 

Um hábito que não só é bom para a carteira, como também para a saúde da pele. Ao definir exatamente o que queremos da nossa rotina vamos conseguir evitar usar produtos redundantes, e que podem acabar sensibilizá-la; ao
mesmo tempo que garantimos que usamos tudo aquilo de que precisamos.

Limpeza, proteção solar e hidratação são as bases de qualquer rotina. Se houver preocupações específicas, podemos escolher um hidratante driecionado; e/ou eventualmente adicionar um sérum, mais concentrado.

Para o cabelo, é importante ter um champô adequado ao couro cabeludo, um condicionador direcionado para o comprimento e pontas; e eventualmente alguns produtos de styling que possam precisar.

Na maquilhagem, a coisa complica-se um bocado... E neste caso, aquilo que eu faço é tentar limitar-me a um espécime de cada coisa. Ainda assim, se gostam de batons vermelhos ou sombras de olhos admito que esta é uma linha difícil de traçar.


Definir ingredientes ativos importantes

Claro está que acima dos ingredientes ativos estará o funcionamento global da formulação em questão. No entanto, e quando o assunto é poupar sem sacrificar resultados; é preferível optar por algo que "sabemos" que vai funcionar com base em evidência científica do que optar por uma "fórmula milagrosa" cuja qualidade apenas é atestada por uma marca. Escolher marcas reconhecidas é também ser uma boa estratégia.

Contudo, a escolha com base neste critério pode não ser fácil para todas as pessoas, e nesses casos recomendo que peçam ajuda na vossa farmácia (para pele), cabeleireiro ou perfumaria.


Acaba 1 compra 1

Também conhecida como #1empty1newbie. Esta regra não permite reduzir significativamente a quantidade de produtos, mas pode ajudar os mais impulsivos a refrear os ânimos.


Subscrever newsletters promocionais...


Exceto se não têm mesmo auto-controlo. 

Isto é especialmente interessante para quem está a começar a implementar uma rotina, uma vez que podem aproveitar campanhas de 2=3, -50% na segunda embalagem etc.

É também importante conhecer os timings habituais de algumas promoções. Os protetores solares, por exemplo; tendem a estar em promoção nos meses antes do verão, de Abril a Junho; e no final da estação, de Agosto a Setembro. Os produtos para hidratação de corpo e celulite têm sensívelmente os mesmos timings.

Já os produtos para peles acneicas e manchas tendem a ser comercializados em packs promocionais no final do verão, e no início da época escolar. 


Comparar quantidade/preço 



É um excelente critério de desempate entre produtos semelhantes, e que certamente já aplicam em compras de mercearia. Muitas vezes há produtos que aparentam ser mais baratos quando na verdade vêm simplesmente em embalagens com menor capacidade. 


Saber que produtos comprar a maior ou menor preço 

Claro está que isto não é linear, e poderá haver produtos que escapam a esta lógica. Mas de uma forma geral, há produtos nos quais vale mais a pena investir do que noutros.

Falo-vos da questão do preço com todo o detalhe na publicação "Cosméticos mais caros = mais qualidade?". 


Reutilizar

Muitas vezes compramos um produto que não cumpre exatamente a sua finalidade, mas que em vez de ir parar ao lixo pode ser usado noutras situações. Um exemplo de que já vos falei é o esfoliante de rosto da Garnier, que é demasiado agressivo para esse fim mas que uso no corpo e funciona lindamente.


Outro exemplo poderá ser um hidratante demasiado pesado para o vosso tipo de pele, mas que em princípio poderá ser usado sem qualquer problema em outras zonas do corpo.

Inspirem-se!


Comprar em outros países

Seja pelos custos de importação, ou porque simplesmente esse produto não está disponível em Portugal. Em muitos casos, compensa comprar produtos quando viajamos para outros países, ou através de lojas on-line.

Se gostam de cosmética asiática por exemplo, o Ebay é um bom sítio para comprar.

Se querem comprar marcas americanas, compensa mais fazê-lo quando puderem lá ir, ou pedir a alguém que vá a esse país.


Acima de tudo, não percam o foco no vosso objetivo! É sem duvida o mais importante para conseguirem poupar 😉

Sem comentários: