>

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Acne pt.3| Cosméticos



O cuidado da pele com acne foca-se sobretudo na prevenção do aparecimento de novas lesões, sem nunca esquecer a importância da recuperação e cicatrização das lesões já existentes. Isto só é possível com uma rotina diária e consistente, que permita:
  • Controlar a quantidade de sebo libertada sobre a pele
  • Eliminar os resíduos de sebo e células mortas acumulados e cimentados na epiderme
  • Reduzir o número de bactérias a colonizar os folículos
  • Atenuar a inflamação
Contudo, e sendo um problema com uma componente hormonal associada, é muito comum encontrar pessoas que não respondem à abordagem cosmética. Nesses casos, é essencial consultar um dermatologista que possa prescrever um tratamento mais individualizado.


1.

Limpeza




Basta perceber como se desenvolve a acne para ter ideia da importância da limpeza em todo o tratamento. E para que a limpeza não seja irritante, o que acaba por agravar a inflamação e provocar mais lesões, é muito importante optar por produtos adequados.


Os sabões tradicionais, em barra ou em líquido, devem sempre ser evitados. Estes produtos têm geralmente um pH alcalino que para além de ser irritante, pode mesmo criar condições ótimas para o crescimento de bactérias.


Já os syndets, synthetic detergents, são tensioativos que substituem os sabões e permitem fazer uma limpeza mais suave mantendo o pH fisiológico da pele. Podem ser encontrados em géis, águas micelares, mousses ou até barras tipo sabão com a designação “syndet”.


Na maioria dos casos, limpar o rosto de manhã e à noite com um produto adequado a pele oleosa parece ser o mais adequado.


2. ☀ / 

Hidratação e tratamento

Cada tipo de acne tem diferentes necessidades de tratamento, e quando são usados medicamentos podem ser necessários cuidados adicionais. Normalmente estes produtos são muito leves, apresentando-se sob a forma de emulsão, gel, creme-gel ou até loção.

  • Acne retencional



Neste caso, os principais problemas são o excesso de produção de sebo e a hiperqueratinização que levam ao espessamento da pele e aparecimento de comedões. Assim, é importante procurar produtos com uma açãodesincrustante”, "purificante" ou "queratorreguladora" que atuem tanto na regulação das glândulas como na remoção das células mortas. Para conseguir este efeito, são usados ingredientes:



  • Seborreguladores
Além disso, alguns produtos ajudam a camuflar o aspeto dos poros dilatados através de ingredientes que promovem o seu preenchimento, e disfarçar a falta de uniformidade da pele usando outros que promovem a reflexão da luz:
  • Efeito ótico
  • Silicones
  • Micas
  • Óxido de zinco

    • Acne inflamatória
    Quando existem apenas lesões inflamatórias, o foco do tratamento está na redução do crescimento de colónias bacterianas e da inflamação que estas provocam na pele, promovendo ao máximo uma boa cicatrização das lesões que possam existir. 

    Estes produtos o muitas vezes publicitados com tendo uma ação "anti-imprfeições". Ainda assim, já que  oleosidade e hiperquertinizaçãcontinuam a ser a base do problema, também neste caso é importante promover a esfoliação da pele, e reduzir a produção de sebo.

    Para isso existem produtos de cuidado diário e produtos mais intensivos, de uso esporádico, que devem apenas ser aplicados nas lesões inflamadas, uma vez que tornam a pele mais seca e com tendência a descamar.

    A escolha por cada um deles, ou pelo uso de ambos, dependerá da extensão da acne e  tamanho das lesões inflamadas, mas também na tolerância da própria pele 

    Ah! E nunca façam como na imagem aqui do abaixo :P
    • Comedolíticos
    • Antimicrobianos
      • Ácido azelaico
      • Piroctona olamina
      • Extratos vegetais
        • Malaleuca, Malaleuca alternifolia 
    • Cicatrizantes
      • Pantenol
      • Óxido de zinco
      • Calamina
    • Calmantes
      • Bisabolol
      • Alantoína
      • Extratos vegetais
        • Chá verde, Cammelia sinensis

    • Acne mista
    Este é o tipo de acne mais comum na adolescência e exige simultaneamente um cuidado seborregulador e uniformizador da tez, mas também uma ação antibacteriana e cicatrizante.
    Já existem produtos que atuam de foma equilibada em todas estas variáveis, contendo simultaneamente ingredientes:
    • Esfoliantes
    • Seborreguldores
    • Antimicrobianos
    • Comedolíticos
    • Cicatrizantes
    • Calmantes
    Também neste caso, e quando existem novas lesões, podem ser aplicados produtos mais intensivos para o tratamento das lesões inflamadas.



    • Tratamento médico ressecante
    Quando as lesões acneicas se tornam demasiado grandes ou há um grave risco de vir a desenvolver cicatrizes podem ser prescritos medicamentos sensibilizantes ou que reduzam drasticamente a produção de sebo. Neste caso, a pele que era oleosa torna-se demasiado seca, irritada ou até descamada, o que exige um cuidado diferente daqueles acima mencionados.

    Para esta situação existem produtoscompensadores e “regeneradores, que permitem reequilibrar a hidratação cutânea e o conforto da pele, sem correr o risco de provocar o aparecimento de novas lesões.


    Adaptado de Aminogenesis
    Este efeito é conseguido graças a alguns ingredientes:
    • Humectantes 
      • Glicerina 
      • Ácido hialurónico 
      • Açúcares
      • Ceramidas
      • Ureia 
    • Emolientes
      • Silicones
      • Ceramidas
      • Álcooís gordos
      • Ácidos gordos
      • Esqualano
      • Calmantes

      3. ☀ 

      Protetor solar

      Deve ser um produto de uso diário para todas as pessoas, uma vez que permite evitar as queimaduras solares nos períodos de maior exposição e retardar o envelhecimento da pele que o sol provoca durante todo o ano.

      Contudo, este produto é absolutamente essencial para todos aqueles que sofram de acne inflamatória ou mista, já que os raios UV agravam o estado inflamatório da pele, promovendo a formação de cicatrizes e escurecimento das mesmas nos locais onde aparecem as borbulhas.

      Este produto pode se aplicado sobre o cuidado de rosto, depois de o primeiro ser completamente absorvido.


      (Quando prescritos)

      Medicamentos
      vários medicamentos que podem ser prescritos para o tratamento da acne, e a escolha de cada um deles deve ser feita após a avaliação de um médico, no caso de serem sujeitos a receita médica, ou de um farmacêutico, quando são de venda livre.
      Estes medicamentos atuam de forma mais eficaz do que os ingredientes cosméticos nos pontos acima descritos:

      • Pílulas anticoncecionais
      • Antiandrogénicos
        • Espironalactona
        • Acetato de ciproterona 
      • Antimicrobianos
        • Ácido azelaico
        • Peróxido de benzoílo
      • Antibióticos
        • Claritromicina, eritromicina (topicos)
        • Doxiciclina  e e tetraciclina (orais)
      • Comedolíticos
      o   Retinóides tópicos (tretinoína, adapaleno, tazaroteno) ou orais (isotretinoína)
      o   Peróxido de benzoílo 
      • Anti-inflamatórios 
        • Corticosteróides

      (Ocasionalmente)

      Esfoliar



      Quando usados regularmente, os produtos de limpeza e cuidado que contêm ingredientes comedolíticos já permitem uma esfoliação diária. No entanto, a esfoliação pode ser interessante no tratamento da acne aquando do seu início, para acelerar a desincrustação de sebo e resíduos, quando a pele se encontra muito espessa, no caso de existirem muitos pontos negros ou até por uma questão de preferência pessoal.

      Estes produtos contêm ingredientes esfoliantes físicos geralmente partículas de polietileno, e esfoliantes químicos, mais frequentemente ácido salicílico e AHA's.

      No caso de sofrer de acne inflamatória ou acne mista não é muito aconselhável insistir na esfoliação física, com massagem, uma vez que isso pode espalhar as bactérias por todo o rosto. Nesse caso, é preferível optar por um produto que contenha preferencialmente esfoliantes químicos (ainda que também contenha físicos) e deixá-lo atuar por algum tempo, sem esfregar.


      Sem comentários: