>

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Creme Uriage Bariésun FPS 50+



Agora que podemos dar o Verão por terminado (falo por mim, esta noite já dormi com dois cobertores...) falo-vos daquele que foi o meu fiel companheiro durante a estação... E que como sabem uso durante todo o ano :D

O que é?
É um protetor solar de proteção muito elevada, SPF 50+, em creme e de textura leve.

Preço
16-17€ por 50 mL

Alegações
  • Oil-free 
  • Resistente à água
  • Textura leve
  • Acabamento invisível
  • Adequado para pele sensível
Aplicação
De forma a garantir o FPS 50+, aplicar cerca de:
  • Meia colher de chá (aproximadamente 1g) para proteger todo o rosto
  • Uma colher de chá para proteger o rosto e pescoço


Opinião
Uma vez que a minha pele é ligeiramente oleosa com alguma tendência para queimar e desidratar, uso sempre protetor solar durante o dia, como substituto do creme hidratante. Opto pelo fator 50+ para garantir uma proteção UVA elevada, e não necessitar de reaplicar ao longo do dia.

(Pode conhecer as vantagens de usar protetor solar diariamente e a relação entre a proteção UVB/UVA aqui)

Depois de experimentar uma amostra deste creme durante aquela onda de calor da Primavera, e de não ter sentido qualquer aumento na oleosidade da minha pele, decidi comprá-lo

No entanto, este ano as fórmulas da gama Bariésun mudaram, tal como as embalagens. Ainda assim decidi arriscar. Mas provavelmente, foi por isso que não senti com este produto o mesmo conforto que sentia com a fórmula anteriorMesmo nos dias menos quentes, senti a pele levemente oleosa durante toda a manhã, sensação essa que e nos dias de calor se prolongava durante todo o dia. Ainda assim, e por se tratar de um produto não comedogénico, não senti qualquer aumento na quantidade de pontos negros, pontos brancos ou borbulhas.

Como seria de esperar, este protetor é muito eficaz na prevenção do eritema solar e mantém-se na pele por muito tempo. No Verão, costumo correr ao final do dia, e a aplicação matinal foi sempre suficiente para evitar qualquer queimadura ou vermelhidão.

Não optei pelo protetor da gama Hyseác, específico para pele oleosa, por duas razões: porque gostei da minha  última experiência com este produto, embora na sua fórmula antiga, e porque os hidratantes matificantes tendem a deixar a minha pele demasiado desidratada.

Acredito que este produto possa funcionar muito bem em pele normal a seca, ou em pele oleosa, durante os meses mais friosUma alternativa dentro desta gama seria experimentar este protetor no FPS 30 ou na textura de leite, mais líquida e por isso facilmente aborvida pela pele.

Já experimentaram este produto?

Sem comentários: